sexta-feira, 25 de maio de 2012

Erros mais comuns cometidos no currículo

Fonte da imagem: Internet
por Simoni Aquino

Conforme já foi abordado no artigo Seu currículo está atrativo? aqui no Blog, já ofereci dicas de como elaborar um currículo eficaz.

Mas triando currículos encontramos situações inusitadas e algumas que, de tão bizarras, resolvi escrever este artigo para tentar minimizar algumas gafes cometidas e que podem comprometer seriamente a triagem do currículo de um bom profissional num processo de recrutamento:

1. FALTA DO CAMPO: OBJETIVO
Alguns profissionais não colocam este campo, pois consideram que irão restringir suas possibilidades a uma área e não ser convidado para seleções para outras oportunidades. Ledo engano!
Normalmente currículos sem objetivo bem definido, demonstra falta de foco e tende a ser eliminado dos processos de recrutamento e o tiro sai pela culatra, ao ser encarado como uma "metralhadora giratória desesperada por um trabalho" qualquer em qualquer área de qualquer lugar.

2. MENTIRAS
Absolutamente desnecessário e prejudicial as mentiras nos currículos, seja para enfeitar experiências, competências ou melhorar o nível de fluência no inglês. Mentiras são facilmente detectáveis na entrevista ou na checagem das referências profissionais e se detectadas, são capazes de eliminar o candidato dos sonhos, que deixa de sê-lo por que se mostrou um mentiroso. As chances de um mentiroso se recolocar são nulas e se conseguir, será num trabalho de Pinóquio.

3. CURRÍCULOS EXTENSOS
No mercado de trabalho brasileiro, currículos muito extensos desestimulam o selecionador a lê-lo, já que o processo de recrutamento e dinâmico e o selecionador não deve perder muito tempo ao analisar o papel, por que normalmente excesso de informações são compreendidas como informações desnecessárias que devem ser expostas na entrevista, não nos currículos.
O ideal é que os profissionais em início de carreira ou nível hierárquico até Assistente deve conter no máximo 1 folha e para profissionais de nível hierárquico de Analista em diante deve conter no máximo 2 folhas.
Existem tentativas de implantação de tendências do mercado externo em eliminiar os currículos de papel e/ou de aumentar a quantidade de folhas ideais de um currículo, mas nada que venha sendo colocada em prática no mercado de trabalho brasileiro, que é "nossa realidade".

4. LAYOUT INADEQUADO
Um grande erro são as margens muito largas e as fontes ou muito pequenas ou grandes. O ideal é que as margens sejam até 1,5cm. E as fontes devem ser tamanho 12 para os textos e 14 para os campos.

5. EMAILS PESSOAIS E INAPROPRIADOS
É absolutamente necessário que se ofereça uma imagem de profissionalismo ao buscar recolocação no mercado de trabalho e o e-mail é um interessante indicativo deste profissionalismo. Existem muitos profissionais que utilizam seus e-mails pessoais para enviarem e divulgarem seus currículos, os mesmos que utilizam nas redes sociais e bate-papos, como os exemplos encontrados por mim triando currículos: loirinha_gostosinha@...; preguicoso_2012@...; bemdotado@...; gostosa1985@...
Se o profissional não tem cuidado com sua imagem no envio de seu currículo, imagine depois que passar pelo período de experiência?

6.ENDEREÇO INCOMPLETO
As pessoas de forma geral, devem entender de uma vez por todas que endereço completo abrange dados como: Tipo de Logradouro, nome e número do logradouro, complemento, bairro e CEP. Grande parte dos currículos não contém Bairro e CEP e são descartados, uma vez que essas informações são extremamente importantes para que o selecionador saiba onde o profissional reside para analisar a localidade da residência em comparação à empresa.

7. INSERIR FOTOS
Um erro muito comum é o envio de fotos nos currículos sem que haja solicitação no anúncio da vaga. As fotos quando impressas acabam por comprometer a imagem visual de qualquer profissional e portanto, desnecessário, especialmente se as fotos são informais e inadequadas para uma abordagem profissional.

8. INFORMAR QUALIDADES E HABILIDADES
Inserir informações como: competência, pontualidade, iniciativa, comprometimento, criatividade entre outros são desnecessários e só servem para ocupar espaço e encher linguiça e são desconsiderados na triagem dos currículos.

9. OCULTAR DATA DE INGRESSO E DESLIGAMENTO DE EMPRESAS
Muitos profissionais consideram desnecessário informar no currículo as datas de entrada e saída das empresas pelas quais passou. Ledo engano! Este tipo de erro só produz o efeito de eliminá-lo do processo de recrutamento e sua única certeza é que o currículo que oculte essas informações vá parar na lixeira do selecionador. Profissional que oculta datas de empresas, oferece a impressão de que quer esconder deficiências na consistência e grande rotatividade.

10. OCULTAR IDADE
Muitos profissionais consideram desnecessário informar no currículo a sua idade, imaginando que se ocultar sua idade poderá ser convidado para seleções. Engano! Este tipo de erro só produz o efeito de eliminá-lo do processo de recrutamento, já que dá a impressão de "esconder" informações. Vagas mais seniorizadas exigem mais maturidade pessoal e profissional, portanto a divulgação da idade é fundamental para que o selecionador conheça o perfil do profissional. Esconder a idade faz com que o tiro saia pela culatra!

Conscientize-se que, currículo mal feito pode eliminar candidatos qualificados para uma vaga!

OBS.: 
À você que pensou em me enviar e-mail solicitando análise de seu currículo, já informo antecipadamente que recebo centenas de pedidos e fica inviável atender às solicitações de forma gratuita. Sou consultora profissional e minha consultoria realiza este tipo de trabalho, entretanto de forma remunerada e que por falta de tempo, atualmente não estou realizando este trabalho.
Caso queira saber se seu currículo está adequado, fique à vontade para buscar aqui no blogs artigos que abordam o tema e fornecem ótimas dicas.

Este texto é de propriedade intelectual de:
Simoni Aquino
Consultora em Gestão Estratégica de Pessoas



Blog Widget by LinkWithin

8 comentários:

  1. Simoni,

    Achei interessante, os " TIPS" informados no seu Blog. Tenho algumas duvidas quanto ao conteudo informado. Pois tenho 48 anos de idade...com MBA na UCLA Anderson School of Management - Management & Finance 1998-1999, e a maioria da minha experiencia profissional foi nos Estados Unidos como empresas: Novus, Inc, Bank of America, Rabobank, and Guaranty Financial Group, LLC. Estou buscando uma recolocacao no mercado Brasileiro. Qual seria a melhor estrategia, curriculo padrao para obter uma oportunidade de entrevista com empresas e Headhunters? Falo Fluente em Ingles, Espanhol..e nativo em Portugues (Brasil). Agradeco pelo seu feedback.

    Sinceramente

    Jucival dos Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jucival!
      Inicialmente quero agradecer-lhe pela confiança depositada.

      Não compreendi se você leu a OBS que está escrita ao final do artigo em vermelho. Sem querer ser desagradável, apenas repetirei a última frase:
      "Caso queira saber se seu currículo está adequado, leia aqui no blogs artigos que abordam o tema e fornecem ótimas dicas".

      Desculpe-me se serei direta, nenhum profissional gosta de ter uma solicitação desconsiderada, pois isso denota falta de respeito e consideração à solicitação feita.

      Sinceramente,
      Simoni Aquino

      OBS: Mesmo pedindo que não me envie email, vi que você me mandou mensagem mesmo assim e com currículo anexo, aliás atitude no mínimo invasiva (para ser elegante).

      Excluir
    2. Olá, Simoni!

      Me chamo Felipe Caxeiro,sou Gestor de Marketing/Comercial. E tenho uma pergunta:

      Estou em busca de uma oportunidade, porém tenho a sensação de que diversos Gestores de RH, Analistas e outros, trabalham com base em sistemas, ou seja, percebo a mecanização do processo de seleção, a partir da aplicação de métodos de análise padrão. Será que uma análise mais individual, mais profunda e com foco no ser humano, além do profissional, não seria mais eficaz? Será que os métodos que padronizam o comportamento dos seres como iguais, não podem ser ineficazes para o Headhunter e proporcionarem uma conclusão errônea ?

      Estou terminando uma pós em psicanálise e o assunto me interessa muito, já que trabalho com equipes.

      Parabéns pelo Blog, irei acompanhar.

      Felipe Caxeiro

      Excluir
    3. Olá Felipe!
      Inicialmente quero agradecer-lhe pela parabenização e confiança em relação ao Blog e aos meus textos.

      Sua sensação está correta em partes.

      Existem processos de seleção onde as empresas utilizam realmente sistemas e ferramentas tecnológicas que otimizam o recrutamento de candidatos. Mas isso depende da empresa (essa ferramenta é cara), das vagas e essencialmente da quantidade de vagas a serem trabalhadas. Vemos esse tipo de sistema ser utilizado em processos de trainees em grandes empresas, onde existe uma procura absurda por parte dos candidatos.

      No entanto, a grande "massa" das empresas ainda utilizam o processo antigo de recrutamento, ou seja, o processo é "artesanal", onde o próprio selecionador tria os currículos de acordo com o perfil da vaga, casando com o conteúdo do currículo.

      Entretanto, devo lhe dizer que você está equivocado em considerar que as ferramentas de assessment padronizam o comportamento dos candidatos, o que essa ferramenta faz é rastrear os requisitos a serem triados nos candidatos, já que não há análise padrão, pois existem as variações de acordo com o perfil da vaga e da cultura organizacional e "jamais" seu comportamento, portanto, não entendo essas ferramentas como ineficazes.

      Mesmo por que essas ferramentas de assessment norteiam o RH justamente por que auxiliam no mapeamento das competências dos profissionais. Devemos lembrar que por trás de qualquer ferramenta sistêmica, temos seres humanos profissionais que alimentam as informações para que as ferramentas sejam plenamente utilizadas.

      Espero ter contribuído e desejo-lhe muito sucesso em sua trajetória profissional.

      Grande abraço,
      Simoni Aquino

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Eduardo!
      Obrigada mais uma vez por suas palavras de respeito!

      Grande abraço,
      Simoni Aquino

      Excluir
  3. Thiago Barros Melo4 de junho de 2012 10:51

    Olá Simoni seu blog é realmente excelente sou recém-formado e as dias que estou lendo aqui nos artigos estão me ajudando bastante a melhorar o meu currículo fico grato a VC por se empenha em disponibilizar seus conhecimentos preciosos com todos que vem aqui buscando respostas desde já agradeço e continue sempre assim .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thiago!
      Quero agradecer-lhe pelas palavras de respeito e consideração.

      Fico muito feliz em saber que meu Blog tem sido capaz de influenciar tantos profissionais, da área ou não. E também pelo reconhecimento em relação ao empenho que dedico em "tentar" colocar meus conhecimentos e vivências à serviço dos profissionais que nem sempre tem acesso à uma informação mais pessoal, profissional e imparcial.

      Um esforço que vale a pena, quando recebo feedbacks como o seu. E embora muitos considrem que é muito confortável receber elogios, apesar de bom, só faz aumentar a responsabilidade por continuar trazendo um conteúdo profissional e de qualidade.

      Desejo-lhe muito sucesso em sua trajetória pessoal e profissional!

      Super abraço,
      Simoni Aquino

      Excluir

Olá!
Por gentileza, antes de comentar leia nossos Termos de Uso, pois dependendo do conteúdo de sua mensagem ela poderá não ser respondida ou liberada.

Conto com a sua compreensão,

Simoni Aquino
Idealizadora e escritora do Blog Além do RH

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...